Atualmente o celular é o mais poderoso meio de comunicação entre empresas e seus consumidores.

168 milhões é o número de smartphones que temos atualmente no Brasil e a expectativa é que nos próximos anos o país alcance a marca de 236 milhões de aparelhos, esses dados são da 27ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo (FGV-SP), realizada em 2016.

Com base nesses dados, vemos que esse é mais um fator que contribui para a mudança na maneira de desenhar estratégias de comunicação. As mídias convencionais, como televisão, outdoors, anúncios em jornais e revistas vem perdendo espaço nos últimos anos, isso porque as empresas estão otimizando seus investimentos em comunicação e analisando mais detalhadamente a maneira correta de se comunicar com seu público.

O comportamento do consumidor mudou e a maneira de falar com ele também. Ninguém mais quer ser interrompido e forçado a ser impactado por um determinado serviço ou produto que não lhe interesse. Por isso, cada vez mais é necessário se preocupar em não ser invasivo em suas comunicações.

Parece contraditório falar em comunicação em massa sem ser invasivo? Mas graças à combinação de duas frentes, relativamente novas no marketing, não é!

De um lado temos a metodologia do inbound marketing, que  surgiu para mostrar que é possível abranger um grande número de pessoas e, ao mesmo tempo, fazer uma comunicação bem direcionada. O inbound marketing nada mais é do que uma nova maneira de pensar em comunicação, o grande principio é: falar com a pessoa certa, da maneira certa, através do canal correto. Nessa metodologia, a “moeda de troca” é o conteúdo! Oferecer conteúdos interessantes para seu público pode aumentar significativamente sua base de contatos, isso porque você, como anunciante, oferece um material imperdível e relevante para seu cliente. Este, por sua vez, para ter acesso à informação que você divulgou, precisa fornecer alguma informação importante como seu e-mail, seu cargo na empresa, ramo de atuação, entre outros possibilitando um inicio de relacionamento que ira evoluir no sentido da venda.

Do outro lado, temos o mobile marketing uma forma das empresas se conectarem com seus clientes através do mais poderoso meio de comunicação que temos hoje em dia. Hoje os usuários de celulares estão com ele em mãos, ligados e atentos a todo instante. Cada vez mais, a maior parte dos conteúdos que uma pessoa consome ao longo do dia é através do celular e a experiência ali deve ser tão completa quanto no computador.

A maneira de trabalhar a comunicação em massa sem ser invasivo é combinar essas duas frentes e o grande desafio das empresas é justamente entender qual a melhor maneira de impactar o público através dos celulares sem causar uma impressão ruim. Uma forma de evitar esse risco é combinar conteúdos e informações relevantes com benefícios que a empresa pode fornecer para o usuário.

Ações que funcionam de maneira excelente em estratégias de mobile marketing são aquelas que oferecem pacotes de dados em troca de interações publicitárias de vídeo, leads ou download de aplicativos. Ou então chamadas telefônicas, via smartphones, que após entregar algum tipo de informação ou conteúdo, bonificam o cliente com minutos adicionais. Além disso, entregar notícias e dicas relevantes para o dia a dia, de maneira prática e fácil, faz com que os seus potenciais clientes sempre se lembrem da sua marca. Essas estratégias permitem que a empresa entenda quais são os interesses dos seus potenciais clientes e realize algumas segmentações de base, fazendo assim uma comunicação direcionada.

O segredo do posicionamento da sua marca é tornar-se amiga destes clientes e apresentar-se como uma solução para algum tipo de problema, sempre levando algum material que interesse ao cliente, facilitando a vida dele e, além disso, lhe traga algum tipo de recompensa.

Dessa maneira, é possível, combinar as técnicas do inbound marketing e as possibilidades do mobile marketing, de forma eficiente e criativa. O mobile marketing está transformando a maneira de se trabalhar com a comunicação e a forma com que o cliente potencial recebe esta comunicação. É vital para as empresas evoluir dentro deste modelo e traçar estratégias para, não apenas conhecer e conquistar seus consumidores, como também estar junto deles como um parceiro.